As tempestades de areia são um fenómeno meteorológico que acontece com frequência no Médio Oriente. Ocorrem quando a humidade relativa do ar desce abaixo dos 80%. Uma grande massa de partículas de areia é deslocada por ventos turbulentos e fortes, que podem adoptar a forma de redemoinhos.

Foi  que aconteceu recentemente sobre o Irão, o Iraque e o Golfo Pérsico, como mostram as  imagens de satélite da agência NASA.

O redemoinho de areia surgiu  pela primeira vez em fotos de satélite ao longo da fronteira Iraque-Síria a 31 de agosto, de acordo com a NASA, e no dia seguinte, assumiu uma forma ciclónica, semelhante a uma tempestade tropical. Ao 2 de setembro, a nuvem de areia atingiu o Golfo Pérsico e começou a espalhar-se por toda a bacia do golfo no dia seguinte.

Este padrão tempestade exibiu características semelhantes a uma tempestade de areia súbita e maciça que geralmente dura apenas cerca de meia hora. Mas funcionários da NASA disseram que a tempestade também apresentava características de uma shamal, uma tempestade de areia que pode durar alguns dias e está associada a um vento noroeste com o mesmo nome, que sopra através do vale inferior do rio Tigre-Eufrates e do Golfo Pérsico.