Quase toda a gente já atendeu o telemóvel ou respondeu a uma mensagem enquanto conduzia. Os riscos de usar o telefone para uma condução perigosa já motivaram várias campanhas de alerta e sensibilização por todo o mundo. Mas a verdade é que a maioria tem pouco sucesso, face ao grande número de mortes que se registam na estrada todos os anos.

Mas e se fosse ao contrário? E se em vez de se apelar à não utilização do telemóvel, se colocassem pessoas dentro de carros obrigando-as a escrever mensagens? Foi o que a associação belga Responsible Young Drivers, como conta o ABC, decidiu fazer.

A maioria das estatísticas mostra que a geração até aos 25 anos é aquela que mais utiliza o telemóvel enquanto está a conduzir. Por causa disso, esta associação decidiu promover a sua campanha junto de uma escola de condução, instalando câmaras escondidas dentro do carro que recebia alunos para as primeiras aulas práticas. Ou seja, iniciar a campanha antes mesmo dos jovens conseguirem a carta de condução.

Dentro do veículo o professor explicou que face às novas alterações na lei, os alunos tinham de ser capazes de  utilizar o seu telemóvel enquanto estavam ao volante. Tudo isso para conseguirem obter a sua licença de condução.

Quer ver as reações? Então concentre-se no vídeo lançado pela associação:

Como ficou claro, as possibilidades de ter um acidente aumentam significativamente quando se partilha a atenção entre mandar mensagens e estar a conduzir. São bastantes as travagens, mas que não têm consequências graves face à preparação do professor.

Passam poucos minutos até os jovens desistirem e perceberem que é impossível estar no telemóvel e conduzir ao mesmo tempo.