As autoridades estaduais norte-americanas estimaram esta segunda-feira em aproximadamente 23.000 o número de deslocados devido aos incêndios deflagrados em várias zonas rurais do norte da Califórnia.

Mark Ghilarducci, diretor do Gabinete de Emergências do governador, explicou em conferência de imprensa que cerca de 13 mil pessoas foram retiradas das suas casas por causa das chamas, localizadas a 32 quilómetros do Vale de Napa. Outro foco, situado a cerca de 300 quilómetros, na Serra Nevada, obrigou à retirada de mais 10 mil pessoas.

Os incêndios, divididos em duas grandes frentes, já destruíram cerca de mil edifícios, 400 dos quais de habitação, e causaram a morte de uma pessoa nos arredores da localidade de Middletown.

Até agora, os esforços dos mais de 1.400 bombeiros destacados na área conseguiram apagar as chamas em cinco por cento do território afetado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Quatro bombeiros, que sofreram queimaduras de segundo grau durante os trabalhos de contenção dos incêndios, encontram-se em situação estável, indicaram as autoridades.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou no domingo o estado de emergência nos condados de Lake e Napa.