As ligações fluviais entre o Barreiro e o Terreiro do Paço, em Lisboa, voltaram a parar na tarde de hoje devido a uma greve parcial dos trabalhadores da Soflusa, sendo retomadas cerca das 21:15.

“As ligações fluviais voltaram a parar de acordo com o previsto, tal como aconteceu no período da manhã. Depois das 21:00 as carreiras devem voltar a funcionar”, disse à Lusa Carlos Costa, do Sindicato dos Transportes Fluviais Costeiros e Marinha Mercante, afeto à Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS).

Segundo o sindicalista, a adesão à greve no período da foi na ordem dos 90% na área operacional, tal como aconteceu no período da manhã.

A Soflusa, apesar de não ter ainda dados sobre a adesão à greve no período da tarde, confirmou a paralisação das carreiras entre o Barreiro e Lisboa no período da tarde.

Fonte oficial da empresa disse à Lusa que foi efetuada uma carreira extra cerca das 18:20 com partida do Terreiro do Paço e que as ligações vão ser retomadas cerca das 21:15.

Para terça-feira está agendado o segundo dia de greve na Soflusa, que vai voltar a paralisar as ligações fluviais entre as duas margens nos períodos das horas de ponta da manhã e da tarde.

A Soflusa, integrada na Transportes de Lisboa, juntamente com o Metro, Carris e Transtejo, tem cerca de 170 trabalhadores.