Tony Abbott perdeu o voto de confiança dentro do seu próprio partido e vai deixar de ser primeiro-ministro da Austrália, sendo substituído por Malcolm Turnbull, um banqueiro de investimento e ex-ministro.

O primeiro-ministro australiano tem vindo a perder popularidade e a sofrer uma debandada no seu Governo dos seus mais próximos aliados.

Malcolm Turnbull, até esta segunda-feira o popular ministro das Comunicações, atacou o desempenho do primeiro-ministro na área económica e disse que o país precisava de uma mudança.

Turnbull desafiou a liderança de Abbott no partido liberal e acabou por vencer com 54 votos a seu favor, e 44 contra. Com esta votação, Tony Abbott terá de deixar a liderança do partido e do país, ficando no seu lugar o novo líder do partido liberal, Malcolm Turnbull.

Turnbull será o sexto primeiro-ministro da Austrália em apenas oito anos.