A Bolsa de Valores de São Paulo abriu o dia em alta após o pacote de novas medidas de austeridade do do Governo brasileiro, com cortes de gastos e aumento de impostos, anunciado na noite de segunda-feira.

O índice Ibovespa, da bolsa de São Paulo, registou alta de 0,09% pouco após a sua abertura, aos 47.322 pontos, mas voltou a cair e, às 11:20 (15:20 em Lisboa) operava em baixa de 0,29%.

A cotação do dólar teve uma nova valorização face ao real brasileiro, de 1,23% e chegou a operar em 3,863 reais.

Os cortes orçamentais anunciados na segunda-feira pelo Governo brasileiro são de 26 mil milhões de reais (6.000 milhões de euros), e incluem medidas impopulares, como um adiamento dos aumentos salariais de servidores federais, a suspensão de concursos públicos e a redução de cargos de confiança política, além de redução de gastos com programas sociais.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já o aumento tributário, com a recriação do imposto sobre o cheque (chamado de CPMF) prevê arrecadar mais 34,4 mil milhões de reais (7.880 milhões de euros), segundo o Governo local.

Como a maior parte das medidas depende da aprovação do Legislativo para entrar em vigor, a Presidente brasileira, Dilma Rousseff, tem reuniões agendadas para hoje com os líderes do Governo e da coligação na Câmara dos Deputados e no Senado, para tentar obter apoio.