Há quem pinte com guache, quem modele uma escultura com as mãos, há até quem use programas de computador para criar arte. E depois há Hamid Naderi Yeganeh, um matemático iraniano cujos trabalhos estão a causar sensação por causa das fórmulas matemáticas na base das suas criações.

(cos (6πk / 2000) cos -i (12πk / 2000)) e ^ (3πi / 4). Pois. É provável que, entre cossenos e pi, já se tenha perdido. Não interessa para o caso. Hamid Naderi Yeganeh serve-se de fórmulas complexas como esta para criar as mais variadas figuras, desde pássaros a extraterrestres. Tudo obras de arte matemáticas que tanto podem ter 500 repetições de linhas como 16 mil.

De acordo com a CNN, Yeganeh começou a estudar matemática na Universidade de Qom, no Irão, em 2012. À paixão pelos números juntou-se o amor à arte. “As imagens [que faço] definem-se por conceitos matemáticos básicos”, disse o iraniano. “No início uso fórmulas múltiplas para criar muitas imagens diferentes. Depois, escolho as melhores”.

Começou por interessar-se por formas “belas e simétricas”. Mas não tardou a perceber que também era possível chegar a formas “que se pareciam com coisas da vida real, como animais”, explicou.

https://www.youtube.com/watch?v=N-yzsYAZfYE

A relação entre a arte e a matemática tem barbas. Basta recordar “O Homem Vitruviano” criado por de Leonardo Da Vinci no século XV. Das catedrais góticas aos tapetes orientais, passando pelo movimento cubista, há muito que os números não são estranhos às artes visuais e até à música. Hamid Naderi Yeganeh até já mereceu a atenção da Sociedade Americana de Matemática. Muitos dos seus trabalhos estão na página oficial da associação.

Para ver mais imagens pode consultar a página de Hamid Naderi Yeganeh.