Eva Carneiro já não volta a Stamford Bridge. A notícia que já se esperava, mas agora confirma-se.

Eva-Carneiro-009

A médica do Chelsea protagonizou, com José Mourinho, um dos acontecimentos mais curiosos e polémicos da presente época do futebol inglês. No dia 8 de agosto, logo na jornada inaugural da Premier League, Eva Carneiro saltou para dentro de campo, numa altura em que os blues jogavam com 10 unidades e o jogo com o Swansea estava empatado, para assistir o belga Eden Hazard. Mourinho teve um ataque de fúria porque a intervenção obrigou a equipa a jogar momentaneamente com 9 jogadores.  Os gestos, gritos e insultos do português em pleno campo afastaram Carneiro da equipa técnica.  Depois do jogo, o português afirmou, e citado pelo El Mundo, que “apesar de seres médico tens que entender o jogo: se saltas para o relvado para assistir um jogador, tens que ter a certeza que tem alguma coisa grave. E eu estava convencido que Hazard não tinha nada. Só um golpe e estava muito cansado. O meu corpo médico deixou-me com oito jogadores de campo num contra-ataque e uma jogada de bola parada,” classificando a atitude como “ingénua”.

Special One afastou, de imediato, Eva dos jogos, treinos e estágios, deixando, no entanto, uma porta aberta ao regresso da mesma. “Não vai estar no domingo, mas a minha decisão não significa que não volte no futuro”, cita o mesmo jornal espanhol. No entanto, a médica de 42 anos, recusou liminarmente o regresso ao banco do Chelsea considerando, até, formalizar ações legais contra o clube. Para além disso, a Football Association (FA) começou já a investigar o treinador português por comentários sexistas. Parece que não são só os resultados que estão a tornar a época 2015/16 uma temporada complicada para o luso.