O basquetebolista Kevin Durant, dos Oklahoma City Thunder, foi esta quarta-feira autorizado a participar no campo de treinos da equipa, depois de três cirurgias em seis meses ao seu pé direito.

Durant, que foi considerado o MVP (jogador mais valioso) na época 2013-2014 da fase regular Liga norte-americana de basquetebol (NBA), fez apenas 27 jogos (em 82) na temporada 2014-2015 tendo disputado a última partida a 19 de fevereiro.

O diretor geral dos Thunder, Sam Presti, afirmou que o extremo “não tem nenhuma limitação” mas que, no início da época, os seus minutos de jogo podem vir a ser geridos pelo treinador Billy Donovan.

Durante a ausência de Durant, a equipa de Oklahoma atravessou algumas dificuldades e não se qualificou para os ‘play-offs’ da NBA, o que já não acontecia desde a época 2008-2009.

O basquetebolista, que venceu o título de melhor marcador por quatro vezes, fez uma cirurgia em outubro de 2014 para corrigir uma fratura na base de um dedo do pé e voltou a jogar em dezembro. Porém, Kevin Durant precisou novamente de uma operação para aliviar a dor de um parafuso alojado no seu pé, e finalmente foi submetido a um enxerto ósseo para facilitar a cura.