Os dois emblemas já se defrontaram em duas ocasiões, com o Benfica a vencer em 1981/82 e o Sporting em 1993/94, quando a prova ainda não tinha a denominação daquele que é considerado por muitos o melhor hoquista de sempre e alinhou nos dois clubes, tendo falecido a 07 de junho em 1999, com 56 anos.

Na primeira edição de sempre da prova, correspondente à época 1981/82, o Sporting ergueu o troféu, então a duas mãos, com uma vitória em casa por 6-2, a 09 de outubro de 1982, depois de uma derrota na Luz por 4-3, sete dias antes.

O Benfica esperou até à edição 1993/94, dois anos depois do seu primeiro triunfo na prova, para ‘acertar contas’ com o Sporting, chamando a si a conquista da Supertaça com um total de 17-4, a maior diferença jamais registada, após dois expressivos triunfos – 13-4 em casa e 4-0 fora.

Nesta que é a 33.ª edição da prova que desde 1998/99 se designa de Supertaça António Livramento, o Benfica procura o oitavo título, enquanto o Sporting entrará em pista com o objetivo de somar a segunda Supertaça do seu historial.

Os ‘leões’ quebram domingo um longo jejum de ausência, que remonta a 1993/94 — edição perdida para o rival ‘encarnado’ –, enquanto o Benfica soma a sua segunda presença consecutiva após a derrota por 7-5 com o Valongo (9-7), há um ano.

Independentemente do vencedor de domingo, a hegemonia do FC Porto, que soma 19 triunfos — incluindo nove consecutivos, de 1982/83 a 90/91 – em 24 presenças, não será posta em causa.

O Benfica, que com a conquista do 22.º campeonato em 2014/15 voltou a ultrapassar o FC Porto (21) no ‘ranking’ dos campeões, parte para a Supertaça moralizado com a possibilidade de conquistar o ‘triplete’.

A formação comandada por Pedro Nunes manteve praticamente inalterável a ‘espinha dorsal’ da última época e operou apenas substituições cirúrgicas para colmatar as saídas de Carlos López e Esteban Abalos ‘Tuco’, que rumo ao Sporting.

Os internacionais espanhóis Jordi Adroher e Marc Torra, respetivamente provenientes do Breganze (Itália) e do FC Barcelona (Espanha), ambos com 30 anos e com vários títulos mundiais e europeus conquistados, foram os eleitos.

Por seu lado, o Sporting apresenta como principal trunfo a conquista da Taça CERS e um plantel mais remodelado, com a contratação dos experientes Luís Viana e André Centeno, ambos ex-Juventude de Viana, e do brasileiro Claúdio Filho ‘Cacau’, ex-Breganze, de Itália, além de ‘Tuco’.

O encontro entre o Benfica e o Sporting tem início marcado para as 18:00 de domingo, no Pavilhão Municipal de Desportos Armindo Pimentel, em Aljustrel, vila situada no distrito de Beja.