O treinador do Benfica afirmou que pretende regressar às vitórias no jogo com o Paços de Ferreira, na sexta jornada da I Liga de futebol, referindo que o objetivo é estar na frente no final do campeonato, embora não se tenha mostrado preocupado por o Benfica ter perdido todos os jogos que disputou fora.

“Vamos jogar em casa, com a família benfiquista a assistir e temos muita vontade ganhar. É uma equipa difícil, que vai ter como objetivo pontuar na Luz, mas queremos muito ganhar e aproveitar o facto de jogarmos na nossa”, disse Rui Vitória na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de sábado, no Estádio da Luz.

O treinador referiu que a equipa tem vontade de “entrar em campo o mais rápido possível”, depois do desaire na deslocação ao FC Porto, por 1-0, alertando para os perigos que o Paços de Ferreira, que foi a primeira equipa que treinou no escalão máximo, pode causar. “Espero uma equipa que tem vindo a fazer um bom campeonato, que teve um bom desempenho em Alvalade e roubou pontos ao Sporting [1-1]”, salientou.

Rui Vitória não se mostrou preocupado por o Benfica ter perdido todos os jogos que disputou fora do Estádio da Luz e referiu que “são fases”, defendendo que o principal objetivo da equipa é chegar ao final do campeonato em primeiro lugar.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“No campeonato português há três candidatos ao título, que vão ganhar mais vezes, mas todos perdem pontos. A qualquer momento podem perder pontos. Nós temos que somar o maior número de pontos possível e chegar a maio e estar na frente”, disse.

Em relação à afirmação dos jovens na equipa principal, casos de Nélson Semedo e Gonçalo Guedes, o técnico afirmou que o único critério que tem na escolha da equipa é a qualidade, referindo que alguns reforços precisam de tempo para se adaptar.

“O nosso critério é a qualidade. Quando os jogadores têm qualidade, é só enquadrar bem e lançar. O mérito é dos jogadores, que têm tido um desempenho e uma evolução fantástica”, frisou.

O facto de o Benfica defrontar depois o Atlético de Madrid, em Espanha, para a segunda jornada da Liga dos Campeões, não vai ter influência nas escolhas da equipa para o próximo sábado, garantiu Rui Vitória, que apenas está focado na partida com o Paços de Ferreira.

“Podem perguntar a qualquer jogador se alguma vez referi algum nome sem ser o Paços de Ferreira. Não estou preocupado com o jogo seguinte, todo o nosso foco está no Paços de Ferreira, só depois pensamos no Atlético de Madrid”, disse.

A terminar, o técnico comentou a situação de Sálvio, que está afastado da equipa devido a lesão, referindo que o jogador tem ainda um caminho a percorrer mas que está “com muita vontade de regressar”.

O jogo entre o Benfica, terceiro classificado, com nove pontos, e o Paços de Ferreira, oitavo, com oito, está agendado para sábado, pelas 18:30, no estádio da Luz, em Lisboa, um jogo que terá arbitragem de Rui Costa, do Porto.

AYL // NF

Lusa/fim