A Internet pode ser o meio ideal para ver florescer um negócio. Todos os anos são muitas as empresas que apostam nas redes sociais para promover o seu projeto junto de eventuais clientes, fazendo-o crescer a partir daí. A Pompeii é uma das mais recentes. A empresa espanhola, fundada por Jaime Garrastazu, de apenas 23 anos, decidiu começar pelo mercado do calçado, e “lançou-se” no mundo da Internet.

Hoje, menos de um ano depois, já vendeu cerca de 13 mil pares de ténis online, tendo faturado quase meio milhão de euros, segundo afirma o El Confidential. E 85% dos clientes  da Pompeii, que vende os seus produtos em exclusivo na Internet, compram através do Instagram.

O projeto começou a ser idealizado quando Jaime Garrastazu tinha 21 anos. Este jovem empreendedor espanhol, juntamente com outros três sócios, queria entrar no mercado do calçado. Os quatro reuniram-se então com um fabricante de sapatos, da cidade de Elche, e decidiram apostar tudo nos meios digitais.

O primeiro passo foi assegurar os serviços de quatro bloggers de moda famosos em Espanha. Criaram contas em redes sociais e começaram a publicar imagens dos ténis que queriam vender: ténis de qualidade, com um design moderno, fabricados no país e com um custo moderado, que ronda os 50 euros por par.

A Pompeii deparou-se desde logo com um problema, que cedo transformou em conceito: como o investimento inicial só permitia fabricar 350 pares de ténis, a empresa apostou em edições limitadas e personalizadas. Criar a ideia do modelo que “todos querem mas poucos podem ter”.

A estratégia resultou na perfeição: bastaram dois dias para se esgotar a primeira edição de ténis Pompeii. A partir daí a empresa investiu forte, mantendo o conceito das edições limitadas mas diversificando e aumentando o número de modelos fabricados.

Jaime Garrastazu explica o método: “Temos muitos modelos de ténis e só vendemos 350 unidades de cada vez. Criamos ruído no Instagram e no Facebook (…). Anunciamos o dia em que começaremos a vender o modelo, publicamos muitas fotos e mensagens, e dizemos a toda a gente que se apresse. (…) Em algumas horas conseguimos vender todas as unidades disponíveis”.

Os portugueses que quiserem comprar um par de ténis da Pompeii podem-no fazer com relativa facilidade: basta ir ao site da empresa, selecionar o modelo que quiserem e escolher o número de calçado adequado. Os portes de envio rondam os seis euros e o tempo de transporte oscila entre os três e os quatro dias úteis.

Ao mesmo tempo que se internacionalizam, as perspetivas de futuro para os quatro fundadores da Pompeii são cada vez melhores, mas estes ainda querem ir mais além. “Começámos com ténis, mas o nosso verdadeiro sonho é criar uma marca de roupa. No próximo verão lançar-nos-emos nesse projeto”, conta Jaime Garrastazu. E, se o ritmo das vendas se mantiver, o financiamento não deverá ser grande entrave.