O brasileiro Zico, estrela do futebol mundial nos anos 80, apresentou esta segunda-feira no Estádio Maracanã um vídeo que utilizará na sua campanha para a presidência da FIFA, à qual pretende candidatar-se. “Não há cenário mais querido para esta apresentação”, disse Zico, ao dar a conhecer a campanha com que aspira suceder ao suíço Joseph Blatter na presidência da FIFA, cujas eleições estão marcadas para fevereiro de 2016.

O vídeo foi emitido nos ecrãs gigantes do Maracanã, momentos antes do início do clássico carioca entre o Vasco da Gama e o Flamengo, clube no qual Zico alinhou grande parte da carreira e do qual é o ídolo máximo da sua massa associativa.

Segundo as normas da FIFA, Zico precisa, para se candidatar, de obter o apoio de, pelo menos, cinco federações nacionais antes de 26 de outubro próximo, prazo estipulado pelo organismo máximo do futebol mundial. Até ao momento, Zico conta apenas com o apoio da Confederação Brasileira de Futebol, razão pela qual terá de convencer mais quatro.

De resto, essas normas mereceram críticas de Zico, que visitou esta semana a sede da FIFA, onde entregou uma carta solicitando que essas exigências fossem anuladas. “É absurdo. Tenho 45 anos de futebol como jogador e treinador em vários continentes e preciso do apoio de cinco federações nacionais que sofrem todo o tipo de pressões”, queixou-se Zico.

Pode ver aqui o vídeo de apresentação da candidatura de Zico.

Screen Shot 2015-09-28 at 07.59.55