Jeremy Corbyn é ativista pelos Direitos Humanos há 30 anos. Agora, é líder do partido Trabalhista. E uma coisa tem tudo a ver com a outra. “Só porque agora sou líder de um partido não vou deixar de falar destes assuntos nem de ser um ativista”, esclareceu. Pelo contrário. A defesa da justiça social e da igualdade de direitos é a grande raiz do primeiro discurso do novo líder do partido.

Corbyn faz promessas e promete uma rutura com as políticas do partido Conservador. Diz ter um “mandato de mudança” para introduzir políticas “mais inclusivas” e quer o fim de políticas “machistas e abusivas”. As declarações aconteceram no terceiro dia da conferência anual do Partido Trabalhista, no centro de Brighton. O espaço encheu.

Corbyn salienta que quer um “debate aberto” entre todos os membros do Labour, sem excepções. “Não sou um líder que quer impôr orientações de liderança a cada segundo. Nenhum de nós tem o monopólio das ideias”, sublinhou. Jeremy Corbyn critica ainda a “imprensa de direita” pela cobertura que tem feito desde que foi eleito.

Não aceitem a injustiça, insurjam-se contra o preconceito. Vamos construir uma política mais amável, uma sociedade mais solidária entre si. Vamos colocar os nossos valores e os valores das pessoas de volta à política, disse.

A garantia de uma alternativa à austeridade é encabeçada por John McDonnell. O novo ministro-sombra das Finanças já tinha defendido que a austeridade “não é uma necessidade económica”, mas sim uma escolha. “A liderança do Partido Conservador fez a escolha consciente, há seis anos, de que os mais ricos seriam protegidos e de que não seriam os que causaram a crise a pagá-la”, acrescentava. Agora, o líder Jeremy Corbyn reitera a mesma ideia. “Deixem-me ser claros: sob a minha liderança, o Labour vai desafiar a austeridade”, destacou.

Corbyn parece estar a disparar em todos os assuntos. A saúde mental: “vamos acabar com o estigma, vamos acabar com a discriminação”. Habitação: “uma casa decente para todos”, pouca tolerância a pessoas sem-abrigo e a garantia do conforto das famílias que ficam em alojamento temporário. Serviços ferroviários: o líder quer “um serviço completo e integrado com as necessidades das pessoas”.

O partido Trabalhista tem estado ativo no Twitter a publicar as declarações do líder. Neste vídeo, Corbyn fala da importância da educação de todas as crianças para a “economia do futuro”.