Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Participar de um filme ou de uma série como figurante pode ser uma boa forma de acrescentar alguns euros ao rendimento mensal. Mas… E se essa figuração incluir cenas de sexo simulado? “Sim, mas por mais dinheiro.”

Foi a resposta dos figurantes (ou extras) da série de ficção científica Westworld, protagonizada por Anthony Hopkins, com interpretações de Ed Harris, James Marsden e Evan Rachel Wood.

A série é um remake do filme de 1978, com o mesmo nome, de Michael Crichton – que está a ser rodada pelo canal HBO, com estreia prevista para 2016.

O valor médio que cada figurante da série recebe por um dia de rodagem é 157 dólares (cerca de 140 euros). Mas há quem afirme que esse valor subiu para os 600 dólares por dia (cerca de 540 euros), refere o Deadline.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A razão pela qual os honorários dos figurantes quase quadruplicarem? A quantidade sem precedentes de cenas de sexo simulado que estão a ser pedidas aos cerca de 57 figurantes sindicalizados na SAG-AFTRA. Mas não é só no número, mas no tipo e especificidade de cenas.

“Aparecer integralmente nu”; “usar um simulador de pêlos púbicos”; “permitir o contato entre genitais”; “permitir que os seus órgãos genitais sejam pintados”; “simular sexo oral com contato entre genitais”, “contorcer-se, adoptando a posição de mesa, integralmente nu”; “permitir que outros, integralmente nus, se sentem nas suas costas, enquanto permanece de quatro” e “sentar-se nas costas de outra pessoa, enquanto os dois estão integralmente nus”, além de “atos semelhantes que a execução do projeto possa requerer”.