Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Spence Stone, o militar de 23 anos que conseguiu impedir um ataque terrorista no TGV em França este verão, está em estado crítico num hospital da Califórnia (Estados Unidos), após ter sido repetidamente esfaqueado na cidade onde residia, informa a CBS News. O militar que trabalha na Base das Lajes nos Açores está, ainda assim, em situação estável.

De acordo com as declarações do comandante Christopher Karns, Spence foi esfaqueado quatro vezes, mas são escassas as informações sobre o que terá acontecido em concreto ao militar, que estava na rua, junto a um bar, com uma mulher, na área de Sacramento.

Spence estava com outros dois militares norte-americanos no TGV em França em agosto, quando conseguiu impedir um massacre prestes a perpetrar-se no percurso entre Amesterdão e Paris.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR