481kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Facebook. Novas formas de reagir para além do "Like", agora também em Portugal

Este artigo tem mais de 5 anos

A partir desta segunda-feira existem novas formas de reagir às publicações no Facebook. O Reactions chegou finalmente a Portugal, depois de mais de um mês de testes noutros países.

Para escolher uma das reações possíveis basta premir continuamente o botão Like
i

Para escolher uma das reações possíveis basta premir continuamente o botão Like

Facebook

Para escolher uma das reações possíveis basta premir continuamente o botão Like

Facebook

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Facebook Reactions já está disponível em Portugal. Ou seja, a partir de agora, em vez de um “Like” poderá escolher uma das seguintes reações: Amor, Haha, Yay, Uau, Tristeza e Ira. Existe uma sétima reação, a “Confuso”, que só está ainda disponível para alguns utilizadores em Portugal.

Screen Shot 2015-11-17 at 11.44.04

A funcionalidade tinha sido anunciada no início de outubro, mas só estava disponível em Espanha e Irlanda. Depois, foi disponibilizada no Chile e nas Filipinas. No final da tarde desta segunda-feira, a rede social expandiu o Reactions também a Portugal.

Esta é a alternativa ao “Like” na qual o Facebook andava a trabalhar há vários meses. A 8 de outubro, Chris Cox, Chief Product Officer da empresa, levantou o véu à nova funcionalidade que o Facebook tinha começado a testar. Cox acrescentou que as novas opções deverão chegar “em breve” à generalidade dos utilizadores.

Today we’re launching a pilot test of Reactions — a more expressive Like button. As you can see, it’s not a “dislike” button, though we hope it addresses the spirit of this request more broadly. We studied which comments and reactions are most commonly and universally expressed across Facebook, then worked to design an experience around them that was elegant and fun. Starting today Ireland and Spain can start loving, wow-ing, or expressing sympathy to posts on Facebook by hovering or long-pressing the Like button wherever they see it. We’ll use the feedback from this to improve the feature and hope to roll it out to everyone soon.

Posted by Chris Cox on Thursday, October 8, 2015

Esta atualização da rede social vem ao encontro dos inúmeros pedidos dos utilizadores para que o Facebook introduzisse um novo botão “Não Gosto” — vulgarmente chamado de Dislike Button. Em meados de setembro, Mark Zuckerberg admitiu abertamente que a equipa estava mesmo a trabalhar num novo botão para além do “Gosto”. As declarações do diretor-executivo do Facebook provocaram buzz na imprensa em todo o mundo, que noticiava o anúncio “oficial” do tão aguardado botão. No entanto, já nessa altura, o Observador explicou que seria pouco provável que a empresa lançasse um botão “Não Gosto”, algo que acabou por se verificar.

Ao que parece, a funcionalidade está apenas disponível na versão do Facebook para computador, mas espera-se uma atualização das aplicações móveis para breve. Para a ativar a funcionalidade, deixe o cursor do rato sobre o botão “Like”. A lista completa de reações deverá, assim, aparecer. Depois, basta escolher qual a reação pretendida. À medida que os utilizadores forem reagindo a determinada publicação, a rede social incluirá um contador das diferentes reações dadas por eles, tal como já acontecia com o contador de “gostos”.

* Artigo atualizado a 17 de novembro, por ocasião da chegada do Facebook Reactions a Portugal.

Editado por Pedro Esteves e Filomena Martins.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.