Fotografia

A guerra chegou a Sintra. Mas não é preciso ter medo

O olhar de três repórteres de guerra inaugura o primeiro Sintra Press Photo. Os fotógrafos vão estar presentes para falar sobre as suas experiências - e sobre as suas imagens impressionantes.

O melhor do fotojornalismo mundial chega todos os anos a Portugal entre abril e maio, com o World Press Photo. Sintra não quer esperar tanto tempo e inaugura este sábado a primeira edição do Sintra Press Photo, no Museu das Artes.

O conflito vai estar espalhado em todas as paredes. Isto porque o objetivo da organização, a cargo do Teatro Reflexo, é homenagear e aproximar o público do olhar do repórter de guerra. Para isso convidaram o irlandês Ross McDonnell, o espanhol vencedor de um Pulitzer  Manu Brabo e Paulo Nunes dos Santos, português radicado na Irlanda desde 2012 e que já mostrou o seu trabalho, por exemplo, no New York Times, no Le Monde e na Al Jazeera. Veja as melhores imagens na nossa fotogaleria.

Enquanto Manu Brabo escolheu mostrar no Museu das Artes de Sintra a série “Mara’s Warfare”, sobre os gangues violentos de El Salvador, Paulo Nunes dos Santos e Ross McDonnell selecionaram imagens do conflito recente na Ucrânia, que resultou numa guerra civil e na deposição do presidente Viktor Yanukovych. O primeiro fotografou os tumultos, o segundo focou-se na transformação de civis em soldados e na forma como a sociedade se adaptou à nova realidade de guerra.

Fotojornalistas partilham experiências

A inauguração está marcada para as 17h deste sábado. Nessa altura acontece também um encontro do público com os fotógrafos convidados. Manu Brabo, Paulo Nunes dos Santos e Ross McDonnell vão contar como é ser repórter de guerra na atualidade e partilhar algumas das suas experiências.

A exposição pode ser visitada até 10 de dezembro, de terça a sexta-feira das 10h às 20h, sábados e domingos das 14h às 20h. No dia da inauguração a entrada é gratuita e nos restantes dias o preço é de 1 euro para visitantes até aos 60 anos, e de 50 cêntimos para menores de 14 anos e maiores de 60.

Em paralelo decorre um mostra fotográfica subordinada ao tema “Sintra Urbana/Sintra Rural”, com imagens captadas por fotógrafos profissionais e amadores. As fotografias selecionadas serão avaliadas pelos três fotógrafos que integram a primeira edição do Sintra Press Photo.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)