Um atirador matou uma pessoa e feriu outras três na noite de quinta-feira numa universidade no estado norte-americano do Arizona, divulgaram os responsáveis do estabelecimento de ensino.

Este incidente acontece uma semana depois de outro tiroteio em outro campus universitário norte-americano que fez nove mortos.

“Informações confirmadas: quatro vítimas, um morto e três feridos. O atirador está sob custódia policial. A situação está controlada. O campus não está sob ordem de recolhimento”, escreveram os responsáveis pela Universidade de Northern Arizona (NAU) na rede social Twitter.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A NAU está localizada na cidade de Flagstaff, no Arizona, na região sudoeste dos Estados Unidos.

Os motivos do presumível autor do tiroteio ainda não são conhecidos e as autoridades locais não confirmaram, até ao momento, se as vítimas são estudantes da universidade. O New York Times escreve que “membro da fraternidade Delta Chi estiveram envolvidos no episódio, mas não é claro se a pessoa que foi morta também estava na fraternidade”. Entretanto, a CNN avançou que o tiroteio foi o resultado do confronto entre dois grupos de estudantes, mas não há confirmação da polícia.

Está prevista para hoje à tarde uma conferência de imprensa no campus universitário.

https://twitter.com/RepKirkpatrick/status/652450900645122049

Na semana passada, um jovem de 26 anos, fortemente armado, matou nove pessoas no campus universitário de Umpqua, Roseburg, no estado de Oregon (noroeste). Depois dos disparos, o atirador, identificado como Chris Harper Mercer, suicidou-se.

Este caso veio relançar o polémico debate sobre o controlo de armas nos Estados Unidos.

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai hoje encontrar-se com as famílias das vítimas do tiroteio de Roseburg.

Algumas horas depois do tiroteio no campus universitário de Umpqua, ocorrido no passado dia 01 de outubro, Obama expressou a sua emoção e a sua indignação, criticando a “inércia” do Congresso norte-americano, de maioria republicana, que recusa legislar regras mais restritas para a venda de armas nos Estados Unidos.