Helena Freitas foi uma das independentes que liderou as listas do PS nas eleições legislativas de 4 de outubro e afirmou este domingo que “Passos Coelho ganhou as eleições e tem todo o direito a governar”. A recém-eleita deputada considera que uma maioria à esquerda “não se apresentou aos eleitores” e, por isso, “não é legítima”. No entanto, afirma que esta é uma altura de compromissos, criticando PSD e CDS pela falta de entendimento com o PS.

“Sendo verdade que existe uma grande maioria de portugueses contra a coligação (facto que Passos e Portas fingem que não percebem), trata-se de uma ‘maioria negativa’, como muito bem disse António Costa”, escreveu este domingo a professora catedrática na sua página de Facebook. Helena Freitas considera, por isso, que assumir uma coligação à esquerda “seria uma traição ao eleitorado, e ao próprio eleitorado do Partido Socialista”.

Helena_Freitas

A agora deputada deixa ainda uma aviso ao PSD e ao CDS, dizendo que a conduta destes dois partidos tem sido “lamentável” numa altura em que os portugueses exigiram compromissos políticas na urnas.