O treinador do Sporting, Jorge Jesus, afirmou hoje que ainda não teve conhecimento do suposto processo que o Benfica vai mover contra si e garantiu que esse tema não o vai afetar na preparação para o dérbi.

“Não posso falar nela (ação interposta pelo Benfica), porque o que sei é pelos jornais. Não fui citado, não sei de nada e não me preocupa nada. Estou habituado a estes temas, gosto deles, sinto-me como peixe na água”, começou por dizer o técnico da equipa de futebol ‘leonina’.

De resto, o técnico do Sporting, que falava após o triunfo (4-0) sobre o Vilafranquense, na terceira eliminatória da Taça de Portugal, deixou claro que não se vai deixar influenciar pelo alegado processo.

“Este é o ar que gosto de respirar e fico com o peito ainda mais cheio para trabalhar com mais vontade e mais rigor. É isso que vai acontecer até ao jogo. Gostava mais que se falasse do futebol, da qualidade dos jogadores do Benfica, do Sporting, do valor das duas equipas, era mais produtivo e era melhor para vender o futebol. Vamos esperar para ver”, salientou.

A revista Sábado revelou na quinta-feira que o Benfica exige 14 milhões de euros na ação que interpôs contra Jorge Jesus no Tribunal do Barreiro, cujos fundamentos, de acordo com a revista, decorrem dos contactos mantidos pelo seu ex-treinador com um funcionário do Sporting ainda durante a vigência do anterior contrato e pela apropriação de ‘software’ confidencial do clube da Luz.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR