O eritreu Nguse Amlosom venceu hoje a meia maratona Rock’n’Roll de Lisboa, com um tempo de 1:02.38 horas, na corrida onde o melhor português foi Samuel Barata, que alcançou o sétimo lugar um novo recorde pessoal (1:06.14).

Amlosom ficou à frente de Atsedu Tsegay, da Etiópia, que alcançou o segundo lugar, com menos um segundo do que o atleta da Eritreia.

O queniano Alex Oloitiptit, com 1:02.44 horas, fechou o pódio, numa corrida renhida e disputada até à linha da meta.

Nesta meia maratona, destaque também para o português Samuel Barata, atleta do Benfica que foi o melhor luso, fixando-se no sétimo posto com um tempo de 1:06.14 horas, novo recorde pessoal.

No setor feminino, a vencedora da prova foi Beatrice Mutai, atleta do Quénia que venceu a prova com uma marca de 1:09.50 horas, à frente da etíope Yimer Wude Ayalew (1:09.53) e da compatriota Rebeca Chesir, que fechou o pódio com 1:10.00 horas.

Sara Moreira, do Sporting, foi a melhor portuguesa, alcançado o sétimo lugar em 1:16:28 horas.