Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública, que garante acesso a uma carreira na função pública, só tem 200 vagas disponíveis mas recebeu 1.665 candidaturas. A notícia é do Dinheiro Vivo, que obteve os dados do Ministério das Finanças, e que esclarece que é o número de candidatos mais elevado das 16 edições do curso já realizadas.

Com um custo de cinco mil euros para os alunos, o curso garante às pessoas que obtenham pelo menos 12 valores a entrada nos quadros da administração pública e um salário a rondar os 1.200 euros. Segundo o Dinheiro Vivo, nas últimas duas edições o curso recebeu a candidatura de 1.019 e 773 pessoas, respectivamente. O número de candidatos agora é, por isso, o maior de sempre — mas também o número de vagas é o mais elevado.

Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública é promovido pelo antigo Instituto Nacional de Administração (INA, agora chamado Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas) e destina-se a licenciados que queiram uma carreira de técnico superior na função pública.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR