Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a descer a dois, cinco e a dez anos em relação aos valores de segunda-feira, a seguirem a tendência dos de Itália e Espanha.

Pelas 08h35 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a recuar para 2,376%, contra 2,378% na segunda-feira, e depois de terem subido até aos 3,253% a 15 de junho, um máximo desde meados de outubro de 2014. O mínimo de sempre é de 1,560% e foi registado a 13 de março passado.

Os juros a cinco anos também estavam a cair, para 1,115%, contra 1,120% no fecho de segunda-feira, depois de terem atingido o máximo de 1,927% a 16 de junho e o mínimo de 0,749% a 10 de abril. No mesmo sentido, no prazo de dois anos, os juros estavam a cair para 0,271%, abaixo dos 0,276% de segunda-feira, depois de a 08 de julho terem batido o máximo, de 0,807%, desde outubro. O mínimo de sempre dos juros a dois anos, de 0,013%, foi alcançado a 13 de abril passado.

Os juros da Grécia estavam a subir a dois e estáveis a dez anos e os da Irlanda a subir a dois anos e a descer a cinco e dez anos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR