O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse hoje esperar a realização na próxima sexta-feira de um novo encontro internacional “mais alargado” sobre o conflito na Síria.

O chefe da diplomacia norte-americana falava em Viena, Áustria, onde hoje decorreu uma reunião sobre a crise síria que contou com a participação dos Estados Unidos, Rússia, Arábia Saudita e Turquia.

“O que concordamos hoje em fazer é consultar todas as partes e tentar reunir, esperemos na próxima sexta-feira, num encontro mais amplo”, que terá como propósito “explorar se existe um consenso comum suficiente para avançar com um processo político significativo”, referiu Kerry, em declarações aos jornalistas.

O objetivo da reunião quadripartida sobre a Síria na capital austríaca, a primeira a nível diplomático, foi “tentar encontrar novas ideias para sair do impasse” da guerra civil que afeta o território sírio desde março de 2011, acrescentou o representante norte-americano, reconhecendo que todos os participantes nesta reunião estão conscientes de que será um processo “difícil”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Mesmo assim, Kerry qualificou esta primeira reunião como “construtiva”, mas sem desvendar os aspetos que foram abordados e discutidos no encontro, que decorreu num palácio vienense.

A par de John Kerry, a reunião contou com a presença dos ministros dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Turquia e Arábia Saudita, Serguei Lavrov, Feridun Sinirlioglu e Adel al-Jubeir, respetivamente.