Redação, 24 out (Lusa) — O sul-africano Tokyo Sexwale vai candidatar-se à presidência da FIFA, entidade que tutela o futebol mundial, disse hoje um dos seus assistentes à AFP.

Tokyo Sexwale, de 62 anos, é um antigo ativista anti-apartheid e esteve preso junto a Nelson Mandela em Robben Island.

O sul-africano não exerce qualquer cargo no futebol do seu país, tendo apenas feito parte do comité organizador do Mundial2010.

O seu trabalho no Campeonato do Mundo organizado na África do Sul valeu-lhe a nomeação para o comité antirracismo da FIFA.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O sul-africano é o quinto candidato oficial à sucessão de Joseph Blatter, juntando-se ao francês Michel Platini, o presidente da UEFA que está suspenso por 90 dias pela FIFA, o príncipe Ali da Jordânia, o francês Jérôme Champagne, antigo secretário-geral da entidade, e David Nakhid, antigo capitão da seleção de Trinidad e Tobago.

As eleições da FIFA decorrem a 26 de fevereiro. Nunca nenhum africano presidiu à FIFA nos seus 111 anos de história.

AMG // JP

Lusa/Fim