É o sonho de qualquer pessoa empregada: conseguir um bom equilíbrio entre a vida pessoal e laboral. No entanto, nos dias de hoje isso pode não ser fácil. Ser um investigador criminal como em CSI ou um médico como em Anatomia de Grey podem ser profissões desafiantes mas, sem dúvida, também obrigam a uma grande dose de investimento emocional do qual é difícil desligar em casa. 

Estudos feitos pela empresa de recrutamento norte-americana Glassdoor concluíram que, nos últimos anos, o equilíbrio entre a vida pessoal e laboral tem diminuído e o índice de satisfação passou de uma média de 3,5 (em 2009) para 3,4 (em 2012), tendo atingido, em 2015, valores de 3,2 (as avaliações foram medidas com base numa escala de 5 pontos em que 1= muito insatisfeito, 3= mais ou menos satisfeito e 5= muito satisfeito).

Aqui estão as 20 profissões que, segundo a Glassdoor, proporcionam um melhor equilíbrio vida/carreira e que foram escolhidas com base no feedback dos trabalhadores. Muitas delas, como pode ver, estão ligadas à indústria digital. Caso ande à procura de trabalho ou a querer mudar de vida, colocamos os links para oportunidades de emprego no Linkedin (quando existentes no momento).

1. Cientista de dados — rácio vida/carreira de 4,2.

2. SEO manager (Search Engine Optimization, qualquer coisa como técnico de otimização dos resultados de uma empresa nos motores de busca como o Google, Yahoo ou Bing) — rácio de 4,1.

3. Especialista em aquisição de talentos — rácio de 4,0.

4. Gestor de redes sociais — rácio de 4,0.

5. Professor substituto — rácio de 3,9.

6. Coordenador de recrutamento — rácio de 3,9.

7. UX (User Experience) Designer (designer que procura melhorar a experiência de utilização de um produto) — rácio de 3,9.

8. Gestor de marketing digital — rácio de 3,9.

9. Assistente de marketing — rácio de 3,8.

10. Web Developer (criador de conteúdos para a internet) — rácio de 3,8.

11. Analista de risco — rácio de 3,8.

12. Engenheiro civil — rácio de 3,8.

13. Gestor de clientes — rácio de 3,8.

14. Designer instrucional — rácio de 3,8.

15. Analista de marketing rácio de 3,8.

16. Engenheiro de software de qualidade — rácio de 3,8.

17. Web designer — rácio de 3,8.

18. Técnico de investigação — rácio de 3,8.

19. Analista de programação — rácio de 3,7.

20. Analista de dados — rácio de 3,7.