André Moura trabalhou na turbina eólica flutuante da EDP, ao largo da Aguçadoura, durante dois anos, até que decidiu lançar a Pro-Drone, uma startup que presta um serviço integrado de inspeções para turbinas eólicas, através de um veículo aéreo não tripulado, ou seja, de um drone. Na quinta-feira, venceu a competição internacional da KIC InnoEnergy, empresa europeia dedicada à promoção da inovação, empreendedorismo e educação no setor da energia sustentável, em Berlim. Estavam a concurso mais de 100 empresas europeias. 

A Pro-Drone é uma das quatro empresas apoiadas pela representação da KIC InnoEnergy, em Portugal. No evento anual da empresa, o Business Booster, além da startup de André Moura, estiveram presentes as portuguesas IsGreen, Ionseed e RVE.Sol. Mas foi o jovem licenciado em Biologia Marinha e Oceanografia, pela Universidade de Southampton, que venceu o concurso de melhor pitch (apresentação do projeto): recebeu 10.000 euros e vai representar a KIC InnoEnergy, no EIT Venture Award em 2016, promovido pelo European Institute of Innovation & Technology

André Moura despediu-se, quando reparou nos problemas que existiam no acesso à turbina da EDP, por causa de condições impossíveis de controlar, como ondas, ventos e correntes do mar. Foi a partir desta necessidade que começou a desenvolver a tecnologia da Pro-Drone e que integra três componentes: um drone, o desenvolvimento de um algoritmo de voo, que permite que este voe tendo em conta a forma mais apropriada para cada objetivo e um software que permite tratar os dados que o drone recolhe. 

Atualmente, trabalham na empresa quatro pessoas e André está focado no desenvolvimento do protótipo, conta ao Observador, para que possam avançar com a primeira ronda de investimento fora do fundo da KIC, entre 600 mil e 750 mil euros, no início do próximo ano. “A minha prioridade agora é captar investimento. Vamos participar na call da Portugal Ventures e também fizemos vários contactos com investidores, durante o Business Booster”, explica. 

A KIC InnoEnergy tem sede na Holanda e escritórios localizados na Bélgica, França, Alemanha, Holanda, Espanha, Portugal, Polónia e Suécia. Os 27 acionistas desenvolveram um plano industrial de sete anos para mobilizarem 700 milhões de euros em recursos. O Business Booster é o evento anual da empresa.