Rádio Observador

Literatura

Livros do Brasil publica toda a ficção de Dylan Thomas num só volume

129

A Livros do Brasil anunciou hoje a publicação, na quinta-feira, de "Retrato do artista quando jovem cão e outras histórias", do escritor Dylan Thomas, nascido há exatamente 101 anos, no País de Gales.

©Observador

Autor
  • Agência Lusa

A Livros do Brasil, chancela do grupo Porto Editora, anunciou hoje a publicação, na quinta-feira, de “Retrato do artista quando jovem cão e outras histórias”, do escritor Dylan Thomas, nascido há exatamente 101 anos, no País de Gales.

“Pela primeira vez, em Portugal, é publicada toda a obra narrativa de um dos mais carismáticos escritores de língua inglesa”, afirma a editora. A tradução para Língua Portuguesa de “Retrato do artista quando jovem cão e outras histórias” foi de José Lima.

O britânico Dylan Thomas cultivou a poesia, género no qual se tornou “consagrado aos 22 anos”, mas escreveu para rádio, teatro e para cinema.

“A presente edição inclui o seu romance inacabado, ‘Aventuras no comércio de peles’, e outras históricas do autor, que nunca ocultou a veia de contista, exceto a correspondência”, disse à Lusa fonte da editora.

“Desde as primeiras visões alucinatórias das forças obscuras que se escondem sob a superfície da vida no País de Gales, até à inimitável comédia dos seus últimos escritos autobiográficos, estas mais de 40 histórias traçam um percurso pela ampla obra ficcional deste enorme escritor, prematuramente desaparecido, aos 39 anos”, segundo a mesma fonte.

Dylan Thomas nasceu em Swansea, no País de Gales, a 27 de outubro de 1914, e, aos 16 anos, começou a trabalhar como jornalista no South Wales Evening Post, tendo rumado a Londres, “onde rapidamente se afirmou como um dos poetas líricos mais importantes da sua geração”.

A partir de 1934, publicou vários livros de poesia, que culminaram na publicação dos “Collected Poems 1934-1952”.

Em 1952, venceu o Prémio Foyle de Poesia.

Do trabalho para rádio sobressaem a narrativa “A child’s Christmas in Wales”, e a peça radiofónica “Under milk wood” (“Sob o bosque de leite”), publicado em Portugal pela Cotovia.

A gravação de 1952 de “A child’s Christmas in Wales” consta, desde 2008, do The United States National Recording Registry (arquivo nacional de gravações sonoras dos Estados Unidos).

A peça “Sob o bosque de leite”, “multiplicação de vozes” que apresentou em 1953, na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, como “working in progress”, venceu no ano seguinte o Prix Italia para programas radiofónicos de teatro e literatura, numa produação da BBC Radio, com Richard Burton, entre outros.

Entre 1950 e 1953, Dylan Thomas fez quatro visitas aos Estados Unidos, convidado para conferências, tendo falecido, em Nova Iorque, no dia 09 de novembro de 1953, enfraquecido pelo alcoolismo.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)