A administração norte-americana poderá em breve aumentar a sua participação no combate ao Estado Islâmico, com o Pentágono a recomendar o destacamento de um esquadrão de helicópteros de ataque Apache, conhecidos pelo seu poder de fogo, para o Iraque.

Segundo a imprensa internacional, o Pentágono terá feito várias recomendações à administração norte-americana sobre como aumentar a participação no terreno. Entre estas, a mais viável será a de enviar o conjunto de oito helicópteros para o Iraque.

Outra proposta, que não estará a ter a mesma aceitação por parte do Governo norte-americano, é a de inserir um pequeno número de conselheiros na linha da frente do combate, incluído nas forças iraquianas, e possivelmente entre os rebeldes mais moderados da Síria.

Os responsáveis do Exército norte-americano querem ainda melhorar as capacidades dos serviços de informação iraquianos.

Estas propostas fazem parte de um grupo mais vasto de sugestões colocadas à administração norte-americana pelos responsáveis pela Defesa norte-americana, no quadro de um aumento da participação dos EUA no combate ao Estado Islâmico, em especial considerando a participação no terreno. A participação norte-americana tem-se limitado essencialmente a ataques aéreos localizados e algum apoio da parte às forças iraquianas e aos rebeldes sírios.