Nos Estados Unidos várias prisões têm implementado um sistema de chamadas por vídeo, que permite aos presos conversarem com pessoas do exterior. Até aqui tudo bem, se ignorarmos as críticas que o sistema tem motivado – por ser caro, por ter falhas e por estar a diminuir o número de visitas presenciais que os presos recebem.

Só que um grupo de detidos numa prisão do condado de DeKlab, no estado da Geórgia, decidiu usar o sistema com um fim diferente. Em vez de o utilizarem para conversar com pessoas que lhes são próximas, este grupo de presos decidiu usá-lo para gravar um vídeo, dançando ao som de hip-hop. E o vídeo chegou à Internet.

No vídeo, gravado e publicado no Youtube pela pessoa que recebeu a chamada, os presos dançam, tiram as camisolas e exibem um isqueiro, algo igualmente ilegal dentro de um estabelecimento prisional.

O xerife da cidade já comentou o caso. Em declarações prestadas à estação televisiva WSBTV, de Atlanta, Jeffrey Man afirmou que os reclusos serão castigados e proibidos de usar o sistema, e acrescentou que o seu gabinete está a estudar o sistema para evitar futuras infrações às regras da prisão. Certo é que da fama na prisão este grupo de rapazes já não se livra.