Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram este ano 398 mortos, mais 13 do que em igual período de 2014, segundo dados avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

A ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, adianta que os acidentes também aumentaram este ano ligeiramente, tendo-se registado, entre 01 de janeiro e 31 de outubro, 101.128 desastres, mais 5.201 do que no mesmo período de 2014.

Os distritos com mais vítimas mortais este ano foram o Porto (46), Aveiro (42) e Lisboa (40), enquanto Bragança (três) e Viana do Castelo (sete) foram os que registaram menos mortos, entre 01 de janeiro e 31 de outubro, refere a Segurança Rodoviária.

Segundo a ANSR, os 101.128 acidentes causaram igualmente este ano 1.817 feridos graves, mais 47 do que no mesmo período de 2014, quando ficaram gravemente feridas 1.770 pessoas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Também os feridos ligeiros diminuíram ligeiramente até 31 de outubro, tendo-se registado 31.142, contra os 30.482 registado em igual período de 2014.

Os dados da ANSR dizem respeito às vítimas mortais cujo óbito ocorreu no local do acidente ou a caminho do hospital.