Uma criança desaparecida há mais de uma década na região do Alabama foi encontrada em Cleveland, Ohio, segundo as autoridades, revela a CNN.

O rapaz, Julian Hernandez, tinha 5 anos e estava sob custódia legal da mãe quando no dia 28 de agosto de 2002 foi dado como desaparecido. A CNN conta que na altura o pai, Bobby Hernandez, foi suspeito de ter raptado o filho, de acordo com os registos da polícia de Vestavia Hills, em Birmingham, que liderou o caso. Bobby devia ter levado a criança ao infantário, mas ela nunca mais foi vista desde essa altura. Este domingo a polícia foi contactada pelo FBI, que deu conta da notícia: a criança desaparecida, que tem agora 18 anos, foi finalmente encontrada.

O rapaz tentou durante consecutivas vezes candidatar-se à faculdade, mas nunca conseguiu por causa dos números da Segurança Social, que não coincidiam com o seu nome. A escola procurou perceber o porquê e foi nessa altura que descobriram que o nome do rapaz estava na base de dados do Centro Nacional de Crianças Desaparecidas. As autoridades norte-americanas foram contactadas e perceberam que Julian Hernandez seria o rapaz desaparecido há 13 anos.

O pai, Bobby Hernandez, foi preso na segunda-feira pelo rapto e deverá comparecer em tribunal no Condado de Cuyahoga na quarta-feira. Vai enfrentar acusações no Condado de Jefferson, Alabama, para além das acusações em Ohio, pelo rapto de 2002.