NATO

Secretário-geral da NATO, Cavaco e Aguiar-Branco em cerimónia do ‘Trident Juncture’

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, vai estar hoje em Tróia no penúltimo dia do exercício militar 'Trident Juncture'. Presidente da República e ministro da Defesa também marcam presença.

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, o ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, e o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, são algumas das individualidades que marcam hoje presença no penúltimo dia do exercício militar ‘Trident Juncture’. O Ponto de Apoio Naval de Tróia, Setúbal, recebe o dia dos visitantes ilustres do exercício (Distinguished Visitors Day — DVD, sigla em inglês), que tem início marcado para as 9h30, após a chegada das altas patentes.

Após a visita a uma exposição estática, o DVD conta com uma mensagem de boas-vindas do ministro da Defesa Nacional, seguida de intervenções do secretário-geral da NATO, do ‘chairman’ do Comité Militar da NATO e do comandante do ‘Allied Maritime Command’ (MARCOM).

Os convidados terão oportunidade de assistir, ainda de manhã, a demonstrações militares por parte das forças envolvidas no exercício de alta visibilidade da NATO ‘Trident Juncture 2015’ — uma operação de proteção do porto, a intervenção da equipa NBQR (defesa nuclear, biológica, química e radiológica) e um desembarque anfíbio.

O exercício começou a 03 de outubro e termina na sexta-feira e, para além de Portugal, teve lugar também em Espanha e Itália, havendo ligação com exercícios conduzidos na Bélgica, Canadá, Alemanha, Holanda, Noruega, no Oceano Atlântico e no Mar Mediterrâneo.

Em todas as fases daquele que é considerado o maior exercício militar da NATO desde o fim da Guerra Fria estiveram envolvidos cerca de 36 mil efetivos de mais de 30 nacionalidades.

Além dos 3000 militares portugueses que participam diretamente no exercício, Portugal disponibiliza ainda mais 3000 militares que funcionam como forças de apoio (Host Nation Support), totalizando em cerca de 6000 os efetivos portugueses envolvidos neste exercício.

Em Portugal, o exercício militar de grande visibilidade decorreu nas zonas de Beja, Santa Margarida, Tróia e Setúbal e contou, em território nacional, com mais de 10 mil efetivos de 14 países.

O primeiro DVD decorreu em Itália, a 19 de outubro, e o segundo a 04 de novembro, em Espanha.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
NATO

Os 70 anos da NATO, vistos da Europa


João Diogo Barbosa

Não só o “exército europeu” se tornou um dos temas essenciais para o futuro, como foi possível, pela primeira vez, a aprovação de um Programa Europeu de Desenvolvimento Industrial no domínio da Defesa

NATO

A velhinha NATO /premium

Diana Soller

Mas não faz sentido ignorar que, aos 70 anos, a NATO, que nos garante silenciosamente a segurança e que sobreviveu ao seu próprio sucesso na Guerra Fria, nunca passou um período tão difícil. 

Sri Lanka

Ataque terrorista à geografia humana de Portugal

Vitório Rosário Cardoso

É quase indissociável desde o século XVI na Ásia marítima a questão de se ser católico e de se ser Português porque afirmando-se católico no Oriente era o mesmo que dizer ser-se Português. 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)