Os introvertidos devem evitar utilizar o Facebook, refere um estudo publicado no New Zealand Journal of Psychology. Parece contraditório, não? Afinal, um dos objetivos da rede social é facilitar o convívio. Mas o estudo realizado por investigadores neozelandeses refere que o Facebook se adapta mais a pessoas extrovertidas, que retiram maiores benefícios da presença na rede social.

Segundo os autores, existem duas hipóteses acerca da utilização das redes sociais e do seu impacto no capital social dos utilizadores. Uma diz que as redes sociais tendem a intensificar o capital social dos extrovertidos e a outra diz que muitas pessoas tendem a usar as redes sociais como forma de compensação.

O quer isto dizer? Em termos sociológicos, o capital social define o valor – que pode ser medido em termos materiais ou outros – das redes sociais (no sentido de teia de conhecimentos) de uma pessoa ou organização. O valor será tanto maior, quanto mais bem estruturadas forem as redes, e quanto mais elevado for o índice de confiança e reciprocidade entre os membros.

A primeira hipótese afirma que a utilização de redes sociais por parte de pessoas extrovertidas faz com que aumentem o seu capital social, na medida em que tendem a usar as redes sociais como extensão das suas vidas, que normalmente são mais ricas em termos de interações do que as dos introvertidos.

A segunda hipótese afirma que as pessoas introvertidas tendem a usar as redes sociais como forma de compensar uma vida social menos preenchida e que, desta forma, lhes permite adquirirem mais capital social. A equipa de investigação refere que ambas as hipóteses partem do princípio de que a utilização do Facebook é essencialmente positiva.

O estudo realizado junto de 6.428 neozelandeses, com idade superior a 18 anos, refere que a utilização da rede social tende a fazer com que pessoas introvertidas estejam mais expostas às vidas de pessoas mais extrovertidas o que pode originar sentimentos de exclusão. Ou seja, ter uma página no Facebook faz com que as pessoas que já se sentiam excluídas se sintam um pouco mais excluídas do que antes. 

Os introvertidos tendem a utilizar a rede social de forma passiva, tal como na maioria das suas interações na vida real. Os introvertidos lêem as publicações dos outros, mas raramente publicam, o que provoca sentimentos de alienação e faz com que se sintam mais sozinhos.