O Tribunal da Lousã aplicou hoje uma pena de 25 de prisão a cada um dos dois jovens, de 23 e 33 anos, que estavam acusados de matar um casal de ourives da Lousã, distrito de Coimbra, em 2014.

Pedro, de 33 anos, e Francisco, de 23 anos, ambos de Penacova, viram o tribunal validar os crimes de que estavam acusados pelo Ministério Público (MP): dois crimes de homicídio qualificado, um crime de furto qualificado, um de roubo agravado, dois crimes de detenção de arma proibida e dois crimes de branqueamento.

Durante as alegações finais, o MP pediu a pena máxima – 25 anos de prisão – para os dois arguidos.