O treinador do Sporting mostrou-se hoje “orgulhoso” com os elogios do presidente Bruno de Carvalho, mas frisou que para ser o melhor do mundo terá de ganhar títulos, mais concretamente a Liga dos Campeões de futebol.

“Gostamos de ouvir coisas bonitas sobre nós, ainda mais quando vêm de pessoas ligadas à nossa contratação. O presidente acreditou em mim e fico orgulhoso”, começou por dizer Jorge Jesus, em reação às palavras do líder ‘leonino’, que, na sexta-feira, afirmou que o técnico é “um dos melhores do mundo”.

O treinador dos ‘verde e brancos’, que falava na antevisão da partida com o Arouca, da 10.ª jornada da I Liga, mostrou-se consciente do seu valor e da “diferença para os outros treinadores”, mas lembrou que ainda lhe falta conquistar a principal prova europeia de clubes.

“Para mim, o melhor do Mundo é o Pep Guardiola [treinador do Bayern de Munique]. É ele que ganha a ‘Champions’ e as competições que disputa na Alemanha. Para se ser o melhor do mundo, tem de se ganhar, principalmente a ‘Champions’. Nem sei se alguma vez a irei ganhar”, salientou.