A aliança de esquerda no poder e a coligação de direita da oposição devem garantir o mesmo número de assentos parlamentares nas eleições legislativas hoje realizadas na Croácia, segundo as primeiras sondagens à boca das urnas.

Os dois principais blocos rivais — a coligação conservadora “Coligação Patriótica” e a aliança de esquerda “A Croácia A Crescer” — terão conquistado, cada um, 56 deputados num parlamento composto por 151 assentos, de acordo com uma projeção para a televisão estatal croata.

Cinco outras formações políticas disputam os restantes mandatos parlamentares, indicaram os mesmos dados.

Outra projeção para a televisão privada croata Nova TV também avançou com um empate entre a conservadora “Coligação Patriótica”, liderada pelo partido HDZ, e a aliança “A Croácia A Crescer”, liderada pelos social-democratas (SDP) e pelo primeiro-ministro, Zoran Milanovic.

A grande surpresa da noite eleitoral poderá ser o novo partido de centro “Most”, que poderá obter 18 assentos parlamentares.

Os primeiros resultados oficiais parciais são esperados ao final do dia de hoje.

Estas primeiras projeções não integram o voto da diáspora croata, que tem reservado três lugares parlamentares, tradicionalmente atribuídos aos conservadores.

A Croácia realizou hoje as suas oitavas eleições gerais desde a sua independência em 1990, após uma campanha marcada pelos milhares de refugiados de guerra que passam diariamente pelo território croata e por uma crescente retórica nacionalista.