Os trabalhadores da Autoeuropa vão beneficiar de um aumento salarial de 1,5%, segundo o conteúdo de um pré-acordo entre a administração da empresa e a comissão de trabalhadores. O ajustamento das remunerações ai produzir efeitos com referência a 1 de outubro de 2015 e fixar-se-á e, 20 euros, no mínimo.

O documento negociado garante que não haverá despedimentos coletivos na fábrica de Palmela da Volkswagen até ao final do próximo ano, assim como inclui a promessa de que será concretizada a conversão de contratos temporários em permanentes, de acordo com as condições de mercado e a conjuntura da própria unidade. A Autoeuropa tem, atualmente, 3.752 trabalhadores.