Rádio Observador

Brasil

Petrobras reduziu em 58% os lucros nos primeiros nove meses do ano

A petrolífera estatal brasileira Petrobras, protagonista de um escândalo de corrupção, reduziu em 58% os seus lucros durante os primeiros nove meses do ano, devido à desvalorização do real.

A petrolífera estatal brasileira Petrobras, maior empresa do Brasil e protagonista de um escândalo de corrupção, reduziu em 58% os seus lucros durante os primeiros nove meses do ano, devido à desvalorização do real.

A significativa queda de lucros da Petrobras, responsável por uma parte do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, também esteve motivada pela queda do preço do petróleo no mercado internacional e pelo pagamento de uma dívida fiscal ao Governo.

Depois de obter lucros de 141 milhões de dólares entre abril e junho, a Petrobras voltou aos prejuízos no terceiro trimestre do ano, registando perdas de 1.010 milhões de dólares.

O resultado, no entanto, foi melhor que o registado entre julho e setembro do ano passado, quando a empresa obteve um saldo negativo de 1.420 milhões de dólares.

Segundo o balanço da empresa, a dívida líquida da empresa nos primeiros noves meses foi de 101.273 milhões de dólares, menos 5% do que no final de 2014.

A Petrobras, controlada pelo Estado mas com ações nas bolsas de São Paulo, Nova Iorque, Madrid e Buenos Aires, informou que o seu investimento caiu 11%, passando de 16.633 milhões de dólares nos primeiros nove meses de 2014 para 14.760 milhões de dólares entre janeiro e setembro deste ano.

A empresa já tinha anunciado uma redução do investimento e um processo de venda de ativos para fazer frente à crise que enfrenta.

A redução do investimento foi um dos argumentos utilizados pelos sindicatos petroleiros para iniciar no passado 01 de novembro uma greve por tempo indeterminado, que já provocou prejuízos na produção de crude.

À greve junta-se um gigantesco escândalo de corrupção no âmbito do qual foram detidos vários diretores da Petrobras e empresários de algumas das empresas de construção civil mais importantes do Brasil.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)