Dark Mode 138kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Polícia manda parar carro sem condutor. A quem se passa a multa?

Um polícia norte-americano mandou parar um carro que circulava demasiado devagar e, na hora de apresentar a multa, reparou que não havia qualquer condutor. A culpa foi do veículo autónomo da Google.

i

KAREN BLEIER/AFP/Getty Images

KAREN BLEIER/AFP/Getty Images

Não é todos os dias que um polícia não tem um condutor a quem passar a multa. O caso é, no mínimo, curioso e aconteceu esta quinta-feira no estado da Califórnia, EUA, quando um agente da autoridade mandou parar um carro autónomo da Google, escreve a CNN.

O carro que se guia sozinho não estava em excesso de velocidade, mas sim a circular muito devagar — a cerca de 40 quilómetros numa zona de 56 km/h. Por essa razão, o trânsito foi-se acumulando atrás do veículo da Google, tal como se pode ler no blogue do respetivo departamento policial, o que exigiu a intervenção das autoridades. 

A Google já se veio defender, alegando que a pouca velocidade do veículo não passa de uma medida de segurança, até porque a ideia é criar carros “amigáveis e acessíveis”. Num post publicado recentemente, a empresa até brincou com a situação, ao escrever que os humanos não são mandados parar com tanta frequência por esse motivo. 

O certo é que, no final, o polícia acabou por não passar qualquer multa — não pela falta de condutor, mas porque o veículo não tinha infringido a lei. 

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.