Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Com a idade o metabolismo fica mais lento, a flacidez começa a aparecer à medida que a massa muscular se vai perdendo, mas a verdade é que hoje em dia já não há desculpas para achar que nunca vai conseguir reverter os quilos a mais marcados pela balança. Aos 20 anos talvez fizesse tudo sem preocupações. Comia tudo o que lhe apetecia e não engordava, mas não vale a pena pensar que as dietas relâmpago vão resolver ou diminuir essas gorduras que o incomodam. O mais importante é focar-se num estilo de vida saudável. Os 40 anos podem mesmo ser os novos 20, tudo dependerá da energia que colocar na melhoria da sua saúde. O El confidencial reuniu dez dicas, que podem muito bem ser as suas dez motivações. Descubra quais são.

1. Reduza o consumo de álcool

Beber um copo à refeição faz bem. Aproveitar um fim de tarde para beber um copo com os amigos, até é aconselhado. O que não pode fazer mesmo é beber todos os dias. Já ouviu falar certamente na “barriga de cerveja”, porque na verdade ela existe mesmo. Uma cerveja aqui e outra ali fará com que a balança comece aqui e ali a marcar mais uns pontos. Se aliar isso a um estilo de vida sedentário então tem a fórmula mágica para engordar progressivamente. O conselho é simples, reduza o álcool. A sua cintura e o seu coração vão agradecer-lhe.

2. Desligue o aquecimento

A verdade é que desligar o seu aquecimento pode contribuir para duas coisas: vai poupar na conta da luz e vai perder gordura. Um estudo publicado na revista Diabetes explica que a redução do calor durante o inverno e as temperaturas mais frias podem ajudá-lo a atacar a gordura abdominal, enquanto dormimos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

3. Fazer exercício em jejum

Segundo o El Confidencial, o personal trainer Seth Santora aconselha a prática de exercícios aeróbicos, em jejum, explicando que ir ao ginásio e fazer alguns “sprints” com o estômago vazio pode ajudar a queimar gordura, ativando o metabolismo e aumentando a capacidade do corpo queimar mais calorias ao longo do dia. É uma sugestão que deve imediatamente ser seguida de um pequeno-almoço saudável e nutritivo.

4. Ceia tardia

Comer alguma coisa quando estiver prestes a deitar-se pode ajudar a manter o metabolismo ativo, sobretudo se estivermos a falar de proteína, a melhor aliada. A proteína desempenha um efeito termogénico, que ajuda o corpo a gerar calor e a queimar mais calorias enquanto dorme.

5. Pratique sexo

O sexo pode ajudar mesmo a queimar mais calorias. Estima-se que é possível perder cerca de 100 calorias por cada 20 minutos de atividade sexual. Se praticar mais e com mais frequência, a possibilidade de perder peso é maior.

6. O ritual a seguir se for jantar fora

Se for jantar fora deve tentar controlar as porções de alimentos que vai pedir e ser criterioso. Se vai cometer um excesso então pense bem naquilo que mais lhe apetece. Se uma boas entradas, se álcool ou se uma sobremesa, no final. Eles parecem ter menos calorias do que um prato principal, mas a verdade é que não têm, por isso escolha uma. E depois, já sabe, aos quarenta é mais difícil queimar os excessos.

7. Feche as janelas

Dormir bem é muito importante para a saúde, mas dormir sem fontes de luz é ainda melhor se estiver mesmo preocupado com os seus quilos a mais. Deitar-se num quarto mais frio, sem fontes de luz, pode contribuir para que queime mais calorias enquanto dorme. A qualidade do sono pode mesmo acelerar o metabolismo.

8. Desligue a televisão

Esqueça as noites em que adormece com a televisão ligada e esqueça almoçar, jantar ou lanchar em frente a uma televisão. Procure evitar o estilo de vida sedentário, um dos responsáveis pelo risco de contrair diabetes e doenças cardiovasculares. Exercite-se e não passe os dias sentado no sofá.

9. Aprenda a expressão japonesa “Hara Hachi Bu”

Esta pode ser uma dica insólita, mas o El Confidencial relembra que os japoneses são reconhecidos pela sua capacidade em manter uma dieta saudável e equilibrada. “Hara Hachi Bu” que significa que não deve comer até que o seu estômago fique totalmente cheio, mas ingerir cerca de 80% daquilo que necessita para para satisfazer o seu nível real de fome. O objetivo é que vá reduzindo progressivamente as porções de alimentos que ingere, evitando comer calorias desnecessárias.

10. Beba mais água

A água é mesmo benéfica. Já deve ter ouvido em todo lado que a água é mesmo o santo graal do estilo de vida saudável, para além de ser uma grande aliada no combate à perda de peso. Ela ajuda a reduzir a quantidade de sal que ingerimos através da alimentação, evitando a retenção de líquidos e o tão célebre “inchaço”. Procure beber entre 1,5 e 2 litros e certamente começará a notar diferenças.