Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Lucara Diamond Corp, uma pequena empresa de diamantes canadiana, anunciou a descoberta do segundo maior diamante do mundo no Botswana. De acordo com a notícia avançada pela companhia, o diamantes com 1,111 quilates foi encontrado na na mina de Karowe, no noroeste do país.

Este diamante, com dimensões de 65 x 56 x 40 milímetros, foi classificado como tipo II. Isto significa que é um cristal com baixíssimos níveis de impurezas, como explica o Telegraph.

Só há um diamante com melhor qualidade que este: chama-se Cullinan, tem mais de 3 quilates e foi encontrado numa mina sul-africana em 1905. Foi transformado em vários outros cristais mais pequenos, alguns dos quais foram incluídos na coroa britânica.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR