O presidente do Tribunal Constitucional, Joaquim de Sousa Ribeiro, representa Portugal nas comemorações do 500º aniversário do contacto entre portugueses e timorenses que decorrem na próxima semana no enclave de Oecusse.

Fonte diplomática disse à Lusa que Sousa Ribeiro, que é esperado em Díli nos próximos dias, representará o Estado português nas cerimónias, que marcam também o 40º aniversário da proclamação da independência de Timor-Leste.

A situação política em Portugal dificultou a escolha de um enviado para as comemorações, que têm o ponto alto nos dias 27 e 28 de novembro, no enclave onde há 500 anos chegaram os navegadores portugueses.

As celebrações incluem a inauguração de um novo monumento em Lifau, ao lado do padrão que assinala a chegada dos portugueses a Timor-Leste, a 18 de agosto de 1515, e que, outrora, tinha escrita, em azulejos no chão, a frase “aqui também é Portugal”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Presidente são-tomense, o primeiro-ministro cabo-verdiano e o príncipe do Mónaco confirmaram já que vão estar presentes nas celebrações, que decorrem em Lifau e em Ponte Macassar, a capital do enclave.

O extenso programa das comemorações, que decorrem em Oecusse, Díli e noutros pontos de Timor-Leste, inclui exposições, palestras e um concerto do português Tony Carreira e do cabo-verdiano Tito Paris.