Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Duas bombas explodiram nas imediações de um hotel no Egito onde estavam hospedados delegados eleitorais, matando pelo menos quatro pessoas e ferindo outras 12, avança o jornal britânico Guardian.

As explosões aconteceram na cidade de al-Arish, na península do Sinai, um dia depois da segunda volta para as eleições parlamentares. Pelo menos um polícia foi morto e dois delegados feridos.

Segundo as autoridades, a primeira explosão aconteceu num carro estacionado perto do hotel. A segunda explosão aconteceu passados dez minutos.

Até ao momento o ataque ainda não foi reivindicado. No entanto, um dos grupos mais ativos na região tem sido o Estado Islâmico, que tem um grupo afiliado. Um dos ataques reivindicados pelo movimento terrorista é a queda de um avião russo, que transportava 224 pessoas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR