Uni. Nova de Lisboa

Universidade NOVA de Lisboa está entre as 50 melhores do mundo

6.896

A Universidade NOVA foi considerada pelo terceiro ano consecutivo uma das 50 melhores da Europa com menos de 50 anos. É a única universidade portuguesa do ranking onde ocupa a 45ª posição.

Edifício da reitoria da Universidade NOVA de Lisboa, no Campus de Campolide

Universidade Nova de Lisboa

A Universidade NOVA de Lisboa foi considerada pelo terceiro ano consecutivo uma das 50 melhores universidades do Mundo com menos de 50 anos. A universidade lisboeta foi considerada a 45ª melhor do mundo no Ranking QS Top 50 under 50. Esta avaliação classifica os estabelecimentos de ensino superior com menos de meio século em função do seu desempenho e utiliza como base o QS World University Rankings 2015/16.

A universidade lisboeta já integrava e liderava a nível nacional o QS World University Rankings, definido em função do critério de reputação dos empregadores.

“Estes resultados refletem o trabalho desenvolvido pela Universidade NOVA de Lisboa, enquanto instituição globalmente empenhada em garantir um ensino de elevada qualidade, reconhecido, entre outros indicadores, pelos notáveis resultados na primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior. Também a investigação científica que se efetua na NOVA é excelente em muitas áreas, com reconhecimento público e financiamento competitivo a nível internacional. O ambiente académico da NOVA, em qualquer das suas Unidades Orgânicas, é capaz de assegurar elevados níveis de sucesso profissional aos seus estudantes” refere António Rendas, Reitor da Universidade NOVA de Lisboa.”

O índice QS Top 50 under 50 avalia mais de 3 mil universidades em todo o mundo com base em vários indicadores, tais como a reputação académica; a reputação dos empregadores; o número de citações das publicações efetuadas  por professores e investigadores afiliados às instituições no universo académico em causa; o rácio professor-aluno; o corpo docente internacional e o número de estudantes internacionais.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Filhos

O valor acrescentado do Bernardo

Laurinda Alves
199

Para o comum dos mortais adoptar uma criança com apenas meio por cento de capacidades seria impensável, sobretudo tendo já 4 filhos menores em casa. Mas nem a Carmo nem o Rui tiveram medo de arriscar.

Universidades

Mandela académico

Jorge Braga de Macedo

Como se sabe, pouco depois de libertado, Mandela interpelou os liceais de Boston chamando à educação “a arma mais poderosa para mudar o mundo”, dados os seus efeitos na paz, ciência e desenvolvimento.

Inovação

Transformação: o segredo da inovação /premium

Sebastião Lancastre

As sociedades caminham no sentido de desmaterializar o dinheiro, tornando-o invisível nas nossas vidas. Na Suécia há centenas de lojas que já dizem, à entrada, que não aceitam dinheiro físico.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)