Os envelopes encontrados esta quinta-feira junto da grande Mesquita de Bruxelas, situada a 200 metros da Comissão Europeia, não representam qualquer perigo e o pó branco encontrado poderá ser farinha, segundo porta-vozes citados pela imprensa local.

Elementos do laboratório de proteção civil deslocaram-se ao local, junto do parque cinquentenário, para recolher os envelopes para análise, tendo sido acionado o dispositivo para uma possível situação de antraz, um agente químico perigoso.

Por prevenção, 11 pessoas foram descontaminadas, relatou um porta-voz dos bombeiros, Pierre Meys, sublinhando que as investigações revelaram não haver qualquer perigo.

Os resultados preliminares do laboratório indicaram que o pó branco é inofensivo e muito provavelmente será farinha, acrescentou um porta-voz da polícia local.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O edifício localiza-se na zona da Comissão Europeia, do Conselho Europeu e do edifício que aloja a embaixada e o consulado de Portugal, bem como a Representação portuguesa junto da UE (Reper).

A polícia montou um perímetro de segurança na grande mesquita, e chegou a evacuar o espaço, mas este já reabriu ao público, e o perímetro de segurança foi levantado.

Várias mesquitas localizadas na capital belga têm sido alvo de ameaças nos últimos dias.

A Reuters refere que os bombeiros receberam uma chamada de uma pessoa que acreditava ter encontrado pó de antrax dentro de envelopes, que segundo o porta-voz dos bombeiros de Bruxelas, citado pela imprensa belga, terão sido enviados para a mesuqita.