Duarte Antunes já passou por mais de 24 países com uma câmara fotográfica ao pescoço. Viu um pouco de tudo, até que se apercebeu que nunca fazia parte da imagem. Nem ele, nem os fotógrafos em geral, que ficam renegados para o lado contrário das máquinas. Por isso decidiu inverter o mundo. E tornou-se num fotógrafo que fotografa… fotógrafos.

“Felizmente a engenharia civil tem sido o grande catalisador da minha paixão por fotografia. Para além do dinheiro para comprar o equipamento, permitiu-me viajar imenso e há sempre uma necessidade muito grande de documentar em fotografia o andamento das obras”, explica Duarte Antunes, que trabalha em Angola, ao Observador. Foi em trabalho que descobriu as paisagens que mais gosto lhe dão fotografar, desde a Islândia até ao Nepal.

O objetivo é só um: mostrar as posturas e os rostos dos fotógrafos enquanto pegam na câmara. Todos eles, desde os profissionais até àqueles que levam uma humilde máquina na mão ou um simples telemóvel. “Houve vários momentos muito bons de recordar, principalmente pelo resultado final. As maiorias das fotos são engraçadas. Tem algo de incomum. Acho que quem vê as fotos pensa que nunca tinha parado para reparar nas figuras que se fazem ao fotografar”, conta o engenheiro civil.

Veja algumas das fotografias de Duarte Antunes na fotogaleria. Encontre outras neste link. E explore o site e canal de YouTube do engenheiro português.