Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Seis membros da Associação Peço a Palavra vão apresentar esta semana uma queixa-crime contra o Governo de Passos Coelho por ter concluído o processo de reprivatização da TAP – 61% do capital da transportadora aérea nacional foi vendida ao consórcio Atlantico Gateway de Humberto Pedrosa e David Neeleman.

Segundo o Público, esta iniciativa vai ser explicada no início da próxima semana, numa conferência de imprensa convocada para o efeito. Os principais dinamizadores são António Pedro Vasconcelos e Bruno Fialho.

Dois dias depois de o Governo ter caído Parlamento, o Conselho de Ministros aprovou a venda. A cerimónia de venda da transportadora aérea começou nesse dia às 19:30 e às 23:30 a venda foi finalizada, mas tudo à porta fechada.

A oposição pediu à Parpública para que a venda fosse travada, mas o PS não deverá reverter a venda se isso tiver custos adicionais porque a Gateway teria de ser indemnizada.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR