O presidente Barack Obama deixou um apelo natalício aos norte-americanos: “juntem-se como irmãos e irmãs”.  A afirmação foi proferida na cerimónia do acender das luzes da árvore de Natal nacional, na Casa Branca, onde Obama não quis deixar de prestar homenagem às 14 vítimas do tiroteio de San Bernardino.

“Esta é a época mais maravilhosa do ano, mas nem por isso deixamos de ter um momento para lembrar os nossos compatriotas, cujos corações estão pesados esta noite e sofrem pelos seus entes queridos, especialmente em San Bernardino, Califórnia”, disse Obama.

“As suas perdas são nossas também. Nós somos todos uma única família americana”, acrescentou o presidente, refere a Time.

Michelle Obama, as filhas Malia e Sasha e a sogra, Marian Robinson estiveram ao lado de Barack Obama no momento em que carregou no interruptor que iluminou a árvore.

499827480

Créditos: OLIVIER DOULIERY/Getty Images

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A cerimónia que dá início à época de Natal na Casa Branca foi apresentada pela atriz Reese Witherspoon e contou com atuações dos músicos  e cantores Kelsea Ballerini, Fall Out Boy, Andra Day, Bellamy Young e Aloe Blacc. O próprio Barack Obama pegou no microfone e mostrou os dotes vocais a entoar a canção Jingle Bells.

A personagem Miss Piggy também abrilhantou o momento e acompanhou a primeira-dama, Michelle Obama, na leitura de um conto de Natal às crianças.